RH 4.0: como a tecnologia está transformando a gestão de pessoas?


Tecnologias inovadoras como Internet das Coisas, Big Data e Inteligência Artificial estão ajudando a automatizar a maioria dos processos de RH, resultando em equipes mais eficientes e enxutas. Acima de tudo, as aplicações de tecnologia de ponta estão transformando o RH tradicional em RH 4.0.

Você já ouviu falar em RH 4.0? Pois saiba que esse conceito vem ganhando cada vez mais força em todo o mundo, passando por organizações dos mais variados mercados.

Continue lendo para entender a fundo!


O que é RH 4.0.

O conceito de RH 4.0 está intimamente ligado à chamada Indústria 4.0, ou a quarta grande revolução industrial.

Se a Indústria 4.0 representa uma grande transformação na forma como as empresas abordam a manufatura, também é verdade que esse movimento reduziu os requisitos de recursos humanos, especialmente por meio da automação. Da mesma forma, a troca de dados entre diferentes sistemas aumentou drasticamente a eficiência e os processos de tomada de decisão relacionados à gestão de pessoas.

Embora o mundo veja mudanças ainda maiores nos próximos anos, grande parte da tecnologia necessária já está em vigor para substituir algumas das atuais atividades relacionadas a RH.


Portanto, podemos dizer que o RH 4.0 é uma revolução na área de Recursos Humanos. Nele, o RH torna-se mais automatizado, focando suas atividades em questões estratégicas e não mais em ações manuais, burocráticas e repetitivas.


Esse movimento é visto tanto na criação de ferramentas pela indústria de TI quanto nas novas demandas do governo no que diz respeito às relações trabalhistas. O surgimento de obrigações como o eSocial, por exemplo, levou os departamentos de RH a levar a tecnologia para rotinas que eram feitas com documentos em papel – lembra?


As diferenças entre o RH tradicional e o RH 4.0

Na prática, significa que, diferentemente do RH tradicional – onde as principais funções dos profissionais eram o pagamento de salários, controle de horas de trabalho e atividades basicamente manuais e burocráticas, o RH 4.0 está focado em frentes como atração de talentos qualificados, melhoria do clima organizacional, e outras abordagens que contribuem diretamente para os resultados estratégicos da empresa.


O RH 4.0 é essencialmente permeado por tecnologia e está alinhado aos novos cenários do mercado de trabalho, com especial influência da “Geração Millennial”, que agora alcança posições de liderança nas organizações.


No RH 4.0 há o entendimento de que os profissionais hoje têm outras necessidades, e muitos deles recebem ofertas de trabalho de outras empresas com muito mais frequência do que há 10 anos. Por isso, é preciso trabalhar para a melhor experiência, tornando o ambiente de trabalho mais atrativo, menos monótono. Para as gerações que nasceram imersas na tecnologia, é extremamente importante que ela esteja presente no dia a dia do trabalho.


Com o departamento pessoal tradicional voltado para a gestão estratégica de pessoas, as empresas já perceberam que seu principal ativo são as pessoas. Eles também entenderam que a tecnologia desenvolvida por eles ou adquirida de terceiros com bastante facilidade e a preços razoáveis, permite automatizar as atividades burocráticas.


Outro ponto de inflexão, que diferencia o RH tradicional do 4.0 RH, é a chamada transformação digital. As empresas estão agora mais inclinadas a adotar ferramentas, métodos e serviços online, e essa tendência já está chegando aos departamentos de RH.

Soluções inovadoras auxiliam a gestão de pessoas, automatizando processos manuais e otimizando tarefas estratégicas. Da busca de talentos à gestão de desempenho, entre outros, os processos burocráticos são realizados com o mínimo de intervenção humana, o que dá aos profissionais acostumados ao RH 4.0 mais tempo para uma atuação mais analítica, menos operacional.


Soluções focadas na área de RH não param de aparecer. São softwares de recrutamento, plataformas de teste de desenvolvimento de funcionários, aplicativos de pesquisa de satisfação (E-NPS), ferramentas de comunicação interna e sistemas de gerenciamento geral. Essas ferramentas são ancoradas por tecnologias inovadoras como Cloud Computing, Big Data, Internet das Coisas e até Inteligência Artificial.


Os benefícios de turbinar o RH em seu negócio

E há muitos benefícios do RH 4.0 para os departamentos de RH e para o próprio negócio.

Dentre esses impactos positivos, destacam-se:

· processos otimizados;

· redução de erros e trabalho manual;

· redução de custos com mão de obra e com materiais (papel, impressões etc.);

· facilidade para a tomada de decisão de gestores e analistas;

· ampliação do poder estratégico na gestão de pessoas;

· maior probabilidade de atrair e reter os melhores talentos do mercado;

· facilidade para o RH contribuir para o aumento da produtividade;

· possibilidades de inovação na área etc.

Uma vantagem que merece ser destacada e detalhada está ligada ao trabalho colaborativo do RH.


Em um passado não tão distante, todas as tarefas de RH dentro de uma organização eram realizadas por equipes internas ou por 100% dedicado a terceiros. A Indústria 4.0 agora está fornecendo tecnologias que incluem praticamente todos os departamentos de negócios em processos como recrutamento e seleção, gerenciamento de desempenho, administração de benefícios e assim por diante.


No RH 4.0, líderes de todos os níveis hierárquicos participam da gestão diária de pessoas; eles têm ferramentas e métodos que os ajudam a colaborar com o RH, inserindo boas práticas e rotinas inteligentes na cultura organizacional. E isso é bastante positivo, pois faz com que o lema de ter as pessoas como prioridade deixe de ser apenas um discurso e seja ainda mais facilmente percebido pelos colaboradores.


HR 4.0: Como realizar esta atualização

Veja quais são os primeiros passos para que o RH 4.0 seja implementado na sua empresa.

Coloque a gestão de pessoas na transformação digital

Se marketing, vendas e manufatura já estão em plena transformação digital, também é importante que o RH entre nesse novo modelo de negócio.

Comece descobrindo os processos que ainda são feitos manualmente; e refletir sobre como seria possível economizar tempo, reduzir custos e otimizar resultados com a estruturação de ferramentas e métodos tecnológicos.


Adote ferramentas digitais para a operação de RH

Com a democratização da tecnologia de computação em nuvem, você não precisa mais investir muito dinheiro em infraestrutura de TI. Praticamente tudo o que um RH precisa em termos de tecnologias (software, servidores etc.) pode ser adquirido e utilizado virtualmente.

A tecnologia digital barateia os investimentos, dá mais mobilidade aos profissionais da área (que podem trabalhar de qualquer lugar, a qualquer hora e usando qualquer dispositivo conectado), é de fácil implementação e manutenção, entre outras vantagens.


Crie a mentalidade 4.0 no RH

Também é fundamental ajudar os profissionais de RH a entrar nesse novo mundo. Você tem que criar a mentalidade HR 4.0 neles. Sem isso, eles ficarão relutantes em inovar, terão dificuldade em se adaptar e poderão até boicotar iniciativas.

Comece mostrando a eles as novas tendências da área; se necessário, incentivar a realização de cursos de atualização, promover a participação em palestras e eventos etc. Ao entender qual é a nova orientação da empresa, os próprios profissionais da área vão dar dicas para que o RH 4.0 seja realmente implementado.


Procure ajuda especializada

Por fim, é importante saber que o RH 4.0 exige uma gama de conhecimentos desde técnicas, métodos, práticas, ferramentas etc. você arquiteta essa transição.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo